Últimas Notícias

Presidente da China visita cidade de Wuhan, origem da epidemia de coronavírus

ad+1

France Press -

Presidente chinês, Xi Jinping, fala em frente uma placa com um coração e o slogan ‘Corrida contra o tempo, combate ao vírus’ em entro de controle de doenças e prevenção de Chaoyang, em Pequim. Imagem divulgada nesta terça-feira (10) — Foto: Liu Bin/Xinhua via AP

O presidente da China, Xi Jinping, chegou nesta terça-feira (10) à cidade de Wuhan, em sua primeira visita ao local apontado como epicentro da epidemia do novo coronavírus. A cidade da região central do país, capital da província de Hubei, está totalmente isolada desde 23 de janeiro.

Em Wuhan, Xi Jinping se reunirá com o pessoal médico da linha de frente ao combate à epidemia, militares, voluntários, policiais, pacientes e moradores.

Nesta terça, a China registrou apenas 19 novos casos do coronavírus, o menor número desde que o governo começou a informar sobre as infecções, no dia 21 de janeiro, segundo a Comissão Nacional de Saúde.

Todas as novas infecções ocorreram em Wuhan, exceto por duas pessoas que chegaram do estrangeiro. Isto significa que não houve casos de contágio local no restante do país, o que pode indicar que as drásticas medidas de isolamento estão dando resultado.

A Comissão informou ainda 17 novas mortes, todas na província de Hubei, elevando a 3.136 o número total de óbitos na China.

Ao menos 80.750 pessoas foram infectadas na China, um quadro que motivou a adoção de medidas sem precedentes para controlar a epidemia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) assinalou na segunda-feira (9) que mais de 70% das pessoas infectadas pelo novo coronavírus na China já se recuperaram, e que o país está "controlando sua epidemia".

A maioria dos 16 hospitais de campanha abertos em Wuhan já foi fechado. Os dois últimos em funcionamento devem suspender seus trabalhos nesta terça.

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h