Últimas Notícias

Solon Benevides deixa a defesa de Livânia Farias

ad+1

Jornal da Paraíba -



O advogado Solon Benevides comunicou a amigos, nesta segunda-feira (22), que deixou a defesa da ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias. Ele esteve no início da tarde na 6ª Companhia da Polícia Militar, em Cabedelo, onde teve reunião com a ex-auxiliar do governador João Azevêdo (PSB). Livânia está presa desde o dia 16 de março e é acusada do recebimento de propinas pagas por dirigentes da Cruz Vermelha Brasileira filial Rio Grande do Sul. Ela também teve sequestrados um veículo BMW e uma casa em Sousa, por decisão da Justiça.

Inscreva-se em nosso canal do Youtube: Clique aqui 


Benevides alegou questões de foro íntimo para justificar a saída do caso. Ele é um dos dois advogados que integram a defesa de Livânia Farias. O outro é Sheyner Asfora, que ainda não informou se permanecerá no caso. A saída ocorre em meio a especulações de que a secretária decidiu fazer acordo de delação premiada. Ela teria se reunido com familiares nos últimos dias, com o objetivo de definir uma estratégia para a defesa. O ex-marido, Elvis Rodrigues Farias, irmãos e sobrinhos dela também se tornaram réus em ação movida pelo Ministério Público da Paraíba.

Livânia Farias é apontada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) como a gestora dos contratos da Cruz Vermelha com o governo. Há a informação de que teria havido desvios de recursos e pagamentos de propinas a autoridades, além do financiamento de campanhas eleitorais. A instituição, em conjunto com o Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), administrou recursos da ordem de R$ 1,1 bilhão entre 2011 e 2018. Elas são responsáveis pela gestão dos hospitais de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Metropolitano Dom José Maria Pires e o Regional de Mamanguape.

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h