Últimas Notícias

Acuado e deslocado, Bolsonaro almoça sozinho em bandejão de Davos

ad+1

Kiko Nogueira -

Jamil Chade, correspondente do Estadão em Davos, fez uma série de tuítes com um retrato da participação medíocre de Jair Bolsonaro em Davos.
“3,5 mil participantes e 70 chefes de estado e governo. Mas Bolsonaro almoçando sozinho em Davos”, escreveu Chade na legenda de uma foto de JB num restaurante meia boca. Bolsonaro discursou por míseros 8 minutos na plenária do 49º Fórum Econômico Mundial. Só platitudes.
Na sequencia foram 7 de perguntas. Inicialmente ele tinha acertado 45 minutos, depois reduzidos a 30. “Hoje em dia um precisa do outro. O Brasil precisa de vocês, e vocês com certeza precisam do nosso querido Brasil”, afirmou, com a voz trêmula.
É inacreditável.
“É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que falar e acabar com a dúvida”, segundo o velho adágio.

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h