Últimas Notícias

Marido de advogada tentou se matar na prisão, diz defesa

ad+1

Amara Alcântara -

Os advogados do biólogo Luís Felipe Manvailer, de 32 anos, pediram sua transferência imediata da Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG) para o Complexo Médico-Penal (CMP) segundo informação desta quarta-feira (8).
A defesa foi avisada pela PIG nesta segunda (6) de que o preso apresentava hematomas no pescoço e “aparentemente havia se cortado”. Os advogados afirmaram que o professor, acusado de matar a esposa Tatiane Spitzner, tentou suicídio na prisão e precisa de “atendimento psiquiátrico e psicológico urgente”.
Luís Felipe está preso desde o dia 22 de julho ao ser flagrado levando o corpo da esposa de volta para casa. Ela caiu do quarto andar do prédio em que morava. Depois, investigadores liberaram imagens de câmeras de segurança que mostraram que Tatiane sofreu agressões durante 20 minutos antes de morrer.
O marido foi denunciado por homicídio quadruplicadamente qualificado (meio cruel, dificultar defesa da vítima, motivo torpe e feminicídio). A família da vítima se manifestou contra a transferência do acusado.

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h