Últimas Notícias

Trump diz ter meios militares preparados contra a Coreia do Norte

ad+1

Nuno Garcias (Portugal) -
por CM Notícias -


Foto: Getty Image
O presidente dos EUA, Donald Trump, subiu ontem o tom da guerra de palavras com a Coreia do Norte afirmando que os meios militares norte-americanos para resolver a crise estão agora "totalmente prontos e carregados" para responder a qualquer "ato menos sensato da Coreia do Norte". Trump escreveu a mensagem no Twitter, depois de considerar que, ao contrário do que se tem dito, talvez a sua mensagem de quarta-feira, quando ameaçou Pyongyang "com fogo e fúria", talvez "não tenha sido suficientemente dura". Recorde-se que a Coreia do Norte anunciou planos para lançar quatro mísseis sobre o Japão para atingir áreas a 30 km da ilha de Guam, território dos EUA no Oeste do Pacífico. A isto Trump respondeu: "Espero que Kim Jong-un escolha outro caminho", pois, se não o fizer, a Coreia do Norte "enfrentará algo que nunca foi visto". Diz ainda que vai investir milhões no reforço do arsenal dos EUA. Ante a escalada de tensão, China e Rússia anunciaram um plano conjunto para mediar o conflito e manifestaram "muita preocupação". O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, alertou que o risco de conflito "é muito elevado". PORMENORES  Merkel condena ameaças A chanceler Angela Merkel frisou que não há solução militar para a Coreia do Norte e considerou "a escalada de retórica bélica uma resposta errada". Sucesso diplomático James Mattis, secretário da Defesa dos EUA, considerou que, apesar da tensão, "está a haver avanços diplomáticos". Polémica com diplomatas Trump foi criticado por agradecer ao presidente russo, Vladimir Putin, pela expulsão de 755 funcionários diplomáticos americanos, afirmando: "assim temos menos despesa".

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h