Últimas Notícias

Mulher recebeu 258 mil euros para esconder caso com Ronaldo

ad+1

Nuno Garcias (Portugal) -
por Jnotícias -

O jornal alemão "Der Spiegel" avança, esta sexta-feira, que Cristiano Ronaldo terá pagado 258.172 euros a uma jovem norte-americana que, alegadamente, queria denunciar o jogador por violação sexual. "Ficção jornalística", reage a Gestifute.
"As acusações devem ser rejeitadas contundentemente porque são incorretas", declarou o advogado de Cristiano Ronaldo em Munique, Johanes Kreile. Serão tomadas "ações legais contra declarações falsas", garante.
Segundo apurou o JN, em causa está um caso do jogador e não uma violação.
Segundo o semanário alemão, que publicou informações cedidas pela plataforma "Football Leaks", o caso remonta à manhã de 13 de junho de 2009, num hotel em Las Vegas, Estados Unidos da América, tendo o acordo extrajudicial sido alcançado sete meses mais tarde pelo advogado do jogador português, Carlos Osório.
A jovem em causa, com cerca de 20 anos, terá chegado a fazer queixa à Polícia de Las Vegas por telefone, mas não terá identificado o nome do suposto violador, referindo-se a ele como "figura pública" e "atleta", conta o "Der Spiegel".
Depois do acordo, a mulher terá então aceitado retirar a queixa e dar os nomes de todas as pessoas com quem falou sobre o caso. Terá também eliminado todos os registos onde se referia à suposta violação.
Contudo, a esta notícia do título alemão, a empresa que representa Cristiano Ronaldo, a Gestifute, responde dizendo que se trata de "ficção jornalística".
"A suposta vítima recusa ser identificada e corroborar a estória. E todo o enredo se baseia em documentos não assinados e em que as partes são identificadas por códigos, em emails entre advogados que não dizem respeito a Cristiano Ronaldo e cuja autenticidade ele desconhece, e numa suposta carta que teria sido enviada pela putativa vítima, mas que ele nunca recebeu" - lê-se no comunicado divulgado pela Gestifute.
A empresa considera que "a reportagem do 'Der Spiegel' é falsa" e avisa que "Cristiano Ronaldo agirá contra esse órgão de comunicação social por todos os meios ao seu alcance. A imputação de uma violação é uma acusação nojenta e ultrajante que não pode ficar em claro".

0 comentários:

Disponível 24h

Disponível 24h